Suzano avança para a fase amarela

Suzano avança para a fase amarela

O Governo do Estado anunciou hoje (10/07) que Suzano, assim como as demais cidades da região, avançou para a Fase 3 – Amarela do Plano São Paulo! Essa nova etapa permite o retorno gradual de bares, restaurantes, salões de beleza e academias, com restrições quanto à capacidade de ocupação e horário de atendimento, a partir de segunda-feira (13/07).

CONFIRA O QUE MUDA:

Bares, restaurantes e similares: Funcionamento com ocupação limitada a 40% e horário restrito a 6 horas diárias. O consumo local será permitido apenas ao ar livre ou em áreas arejadas, sendo que o atendimento presencial será das 6 às 17 horas. Os estabelecimentos deverão adotar protocolos geral e setorial específico.

Salões de beleza e barbearias: Funcionamento com ocupação limitada a 40% e horário restrito a 6 horas diárias. Os estabelecimentos deverão adotar protocolos geral e setorial específico.

Academias: Funcionamento com ocupação limitada a 30% e horário restrito a 6 horas diárias. Permissão apenas para aulas e práticas individuais, mediante agendamento prévio. Atividades em grupo estão suspensas. Os estabelecimentos deverão adotar protocolos geral e setorial específico.

Comércio e serviços: Funcionamento com ocupação limitada a 40% e horário restrito a 6 horas diárias. Os estabelecimentos deverão adotar protocolos geral e setorial específico.

Observação: Caso o município permaneça na Fase 3 – Amarela por 28 dias consecutivos, eventos, convenções e atividades culturais serão autorizados. E quando isso ocorrer, deverão ser observados horário reduzido (máximo de seis horas), capacidade limitada a 40%, controle de acesso, venda de ingressos apenas pela Internet, controle de acesso e assentos numerados e com distanciamento mínimo. Por enquanto, também não poderão ser reabertos espaços públicos de grande frequentação.

A nova classificação foi possível devido ao bom desempenho regional nos critérios de avaliação do Governo do Estado, considerando a taxa de ocupação de UTI para cada 100 mil habitantes, o índice de óbitos e de novas internações e a taxa de ocupação de leitos de UTI exclusivas para casos de Covid-19.

Segundo o mais recente balanço da Secretaria Municipal de Saúde, o índice de leitos ocupados por pacientes com o novo coronavírus é de 28%. Além disso, a cidade apresentou desaceleração de 50% no número de óbitos na última semana. Por fim, pedimos para que a população continue seguindo as medidas de proteção adotadas para o enfrentamento à pandemia, como o uso de máscaras e álcool em gel.